...independentemente do suporte: boas leituras!


Em O Bibliotecário (1566) Arcimboldo parece propor-nos uma reflexão sobre a leitura. O pintor traz para o quadro olhares deslocados, livros que remetem a livros.
Arcimboldo reflecte sobre a relação leitor/ leitura, espectador/obra onde a leitura é apresentada como caminho pois de acordo com as palavras de Metz, C. (1974) “… um quadro é uma imagem, mas não é apenas isto; ou antes, a imagem, nele, é intimamente atravessada por mil configurações que, ao mesmo tempo, nos levam muito longe…” pois “… o quadro não é outra coisa senão a leitura que dele se faz: narração, descrição, cenário.”

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A importância de ciência no mundo atual