Hubble... 20 anos depois

Caso existisse uma escala de celebridades para telescópios, o Hubble ocuparia, destacadíssimo, o primeiro lugar. Foi lançado a 24 de Abril de 1990 e permanece em órbita 20 anos depois.
Pela importância das descobertas reveladas através do Hubble pode afirmar-se que existe uma era antes e após Hubble no que ao conhecimento do univerAdicionar imagemso diz respeito. Ao longo dos últimos 20 anos o telescópio revelou alguns dos mistérios dos confins do espaço e permitiu acesso a imagens de galáxias, berços de estrelas, nebulosas, cometas, planetas… nunca antes vistas.
O início da sua missão foi um tanto ou quanto atribulada e temeu-se que a mesma estivesse comprometida, pois o Hubble apresentava problemas de aberração esférica, distorção óptica causada por uma pequena irregularidade, um desvio inferior a1/50 da espessura de um cabelo, na curvatura do seu espelho com 2,4 metros de diâmetro. Esta irregularidade, embora minúscula, não permitia uma focagem tão precisa quanto a desejada. Este problema acabou por ser solucionado em final de 1993. O telescópio já recebeu três visitas espaciais da NASA para manutenção e ou substituição de equipamentos obsoletos ou inoperantes.
Para marcar a data, a NASA e a ESA divulgaram algumas imagens inéditas mas a quantidade e a qualidade das imagens obtidas através do Hublle merecem uma visita ao site oficial o que podes conseguir com simples clic sobre a imagem.

Na imagem temos uma vista do telescópio a partir do vaivém espacial Columbia numa missão de manutenção.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A importância de ciência no mundo atual