29 de junho de 2015

Fase Final do CNL2015 - 1 julho


No próximo dia 1 de julho vai realizar-se a fase final nacional do Concurso Nacional de Leitura, desta vez no Porto, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.
A Alexandra Costa, aluna do nosso Agrupamento vai representar o distrito no escalão do 3º ciclo e independentemente do resultado final ela já é merecedora do nosso aplauso.
Força Alexandra, conhecemos a tua vontade de fazer sempre melhor e nós acreditamos!
O Concurso Nacional de Leitura é uma iniciativa do PNL que propõe um desafio às competências de expressão escrita e oral dos alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

26 de junho de 2015

Parlamento dos jovens

"O programa Parlamento dos Jovens é organizado pela AR, em colaboração com outras entidades, com o objetivo de promover a educação para a cidadania e o interesse dos jovens pelo debate de temas de atualidade. Culmina com a realização de duas Sessões Nacionais na AR, preparadas ao longo do ano letivo, com participação de Deputados, designadamente da Comissão de Educação, Ciência e Cultura, órgão parlamentar responsável pela orientação do programa. Todas as Escolas do 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e do secundário são convidadas a participar."

Nas Sessões Nacionais do Parlamento dos Jovens, realizadas no passado mês de maio, foram aprovadas duas recomendações à Assembleia da República sobre os temas em debate em cada uma das edições. Um clic na imagem leva-te à página do Parlamento dos Jovens onde podem ser consultadas as recomendações aprovadas:

"Combate ao insucesso escolar" e  "Desafios ao ensino público e privado".

3 de junho de 2015

Proteção do consumidor | Proteção do ambiente

Reunimos num DVD um conjunto de documentos originalmente em VHS e que se constituem como um bom suporte para apoiar a realização de trabalhos na área da defesa | proteção do consumidor ; defesa | proteção do ambiente.
No DVD inclui-se, também, um vídeo sobre desportos de aventura. Deixamos um resumo sobre cada um dos documentos:

Água: Um tesouro a defender
 “A água é um bem natural, só aparentemente abundante e inesgotável; a água doce, essencial à vida humana é escassa. O processo de degradação, a que está sujeita, devido à frequente irracionalidade na sua utilização, tende a tornar a água potável um bem precioso, que urge aprender a preservar. Educar para o consumo advertido e inteligente da água passa por valorizar o seu lado simbólico como fonte de beleza e de determinação, por apreciar e sentir o prazer dos seus aspetos lúdicos, por aprender a usá-la na defesa da água.”

Desperdícios e Lixos
“Estamos cercados pelo lixo, pela poluição que causamos e que contamina, agride e destrói os campos, a água e o ar. Que atenta contra a vida das plantas e dos animais. A produção de riqueza e o aumento dos consumos, trazem o agravamento do já difícil problema de tratar e integrar nos ciclos naturais, o lixo que provocamos. Aprender a consumir, redescobrindo a importância e o valor do lixo, tornou-se um vetor fundamental de uma educação para a cidadania, que vise o desenvolvimento de atitudes advertidas conscientes de responsabilidade perante a natureza e os outros.”

Reciclar… pensar no futuro
” A informação relativa às vantagens ambientais e económicas da reciclagem, podem ser fatores mobilizadores para uma alteração de comportamentos e de pressão sobre as entidades competentes para a adoção de soluções e respostas aos problemas ambientais decorrentes de um consumismo crescente. O vidro, o papel, o cartão, as latas e os plásticos fazem parte do lixo doméstico. Se forem reciclados constituem fator acrescido para o desenvolvimento económico.”

Somos todos consumidores
“Queiramos ou não todos os nossos tempos são tempos de consumo. Neste tempo, vender transformou-se numa técnica apurada em que colaboram inúmeras profissões com o objetivo de nos levar a comprar mais, a comprar sempre. Que devemos saber para comprar? Quais os nossos direitos como consumidores? Como fazer valer esses direitos?”

Desportos de Aventura
” O que leva à prática de desportos de aventura? A excitação provocada por “correr riscos”, a adrenalina, a necessidade de “ir mais longe”, ultrapassar os limites, ganhar “status”, ser diferente? Fazer desporto é uma prática saudável. Praticar um desporto de aventura é correr riscos; por isso ele deve ser praticado com bom senso evitando os riscos desnecessários e cumprindo as regras de segurança. Sempre numa boa mas bem seguro!”

Ajuda - construção de resumos

Mapa de conceitos - Guião para construção [dez 2015]

Apoio à literacia [revisto em setembro 2015]